Dicas No-limit Texas Hold ‘Em – (Cash Games)

Estas dicas também podem ser aplicadas em Limit Poker, e a todas as formas de No-Limit game.

1. Seja qual for o teu estilo, começa por projector a imagem dum jogador passivo. Usa os primeiros 15-20 minutos na mesa a entender os teus oponentes e a ganhar o “instinto” do jogo. Durante este príodo joga apenas as melhores mãos, como pares médio-altos e Ás-Rei e Ás- Raínha.

Tenta que a tua primeira aposta seja um raise ou um re-raise.Eu gosto de começar a jogar com um raise e geralmente é uma verdade, em relação à maioria das mãos que eu jogo. Tu queres ganhar esta primeira mão, para mostrar que estás ali para ganhar a maioria das mãos em que te envolves. Isto apresenta-te à mesa com uma imagem sólida e de força, não interessando se mistures o teu estilo de jogo mais tarde, os teus adversários mais observadores irão registar esta entrada e atitude consistente.

2. A tua posição na mesa a apostar é crucial. A tua posição na mesa em relação ao jogador do “button” (botão) e aos teus restantes oponentes é absolutamente vital. Como regra geral, quanto mais perto estiveres do “button” e mais tarde agires, mais agressivo e ousado podes ser.

Se estás numa mesa com dez jogadores e tens uma mão de Ás-8, jogarias esta mão, e em caso de a jogares, farias um raise? Se recebeste esta mão numa posição inicial (primeiro, segundo ou terceiro a agir), deves efectuar um fold nesta mão. Numa posição intermédia (quarto, quinto ou sexto a agir), se ninguém fez raise, pderás fazer um call com esta mão. Se estiveres numa posição tardia (sétimo ou oitavo a agir), e ninguém fez raise, podes fazer um raise com esta mão, persuadindo os jogadores nas blinds a fazer fold, aumentando as tuas probabilidades de ganhar este pote.

O nono e décimo a agir são os homens que estão na small blind e na big blind, são os últimos a agir antes do flop, mas devem ter em atenção que são os primeiros a agir depois do flop, por isso apenas devem jogar com mãos muito fortes nestas posições. Todos jogam de forma diferente, e misturar o estilo de jogo, é sempre conveniente para confundir os oponentes na leitura do teu estilo. Contudo, este exemplo demonstra que se fizeres call numa mão insuficientemente forte, numa posição inicial, podes colocar-te em apuros. Pois se alguém fizer um grande raise depois de ti, e tu com uma mão de Ás-8, tu fazes call? Espero bem que não. Efectuar fold numa situação destas, chama-se poupar dinheiro.

Toma o exemplo de Ás-Valete.

O AÀs-Valete é sempre sobrevalorizado pelos jogadores inexperientes- mas não é assim uma mão tão boa. Se o jogador à tua direita fez raise, vais fazer call? Tudo depende o quão bem o conheces e a informação que tens dele, mas geralmente até podes fazer call ou até mesmo fazer um re-raise. Tudo depende do jogador adversário e do teu conhecimento dele.

Se o jogador à tua esquerda fizer raise, fazes um call? Provavelmente não deverias. Pois vais ter sempre de agir primeiro que ele, a partir deste momento, e isto faz com que jogar esta mão se complique muito, consoante as cartas comunitárias. Deves foldar. Estes dois exemplos muito simples servem para ilustrar a importância da posição na mesa, para se tomar a decisão correcta em relação à mão que possuímos.

3. Evita jogar mãos marginais. Um dos maiores erros dos jogadores online é jogarem mãos marginais e ficarem “presos” a elas. É obviamente horrível ficar sentado foldando mão após mão, mas às vezes, é isto precisamente que se deve fazer. Se jogar poker fosse fácil, divertido e sempre a ter lucro todos o fariam, e não haveria quem pagasse esta “gente” toda. Para se ganhar no poker, é preciso ter-se paciência e disciplina, não é assim tão difícil, apenas tens de ter um certo nível de auto-controlo. Assume que numa mesa normal com nove jogadores jogar mãos como: Rei-9, Raínha-10, Raínha-9, Rei-8, Valete-8 e Ás-7, irá conduzir-te no longo prazo a perder dinheiro. Estas cartas podem até conectar com o flop, e não serem as melhores mãos em jogo. Podes fazer numa posição tardia um call, e tentar a tua sorte, mas jogar estas mãos numa posição inicial ou intermédia só te arranjará problemas.

Fazer call com mãos marginais é quase sempre nos tempos que correm, jogar demasiado mal. É especialmente perigoso fazer call a raises confiáveis com mãos com Ases baixos, como: Ás-6, Ás-5 etc, e com Rei-I0, Rei-9, Raínha-I0, etc. Isto porque, se atingires o flop, é bem possível que um oponente tenha atingido algo de melhor.Os maiores potes que eu ganho são assim:

Eu faço raise com Ás-Rei e o meu oponente faz call com Ás-8, e no flop vem: Ás-Valete- 6.

Ao fazer call ao meu raise, ele quer ver um Ás no flop, mas agora que ele apareceu o meu adversário está quase que completamente dominado. Eu aposto forte, recebo um call e deixo o meu oponente com 12 a 13 por cento de obter dois pares. Até porque com um flop destes, eu opto por fazer um check-raise, ainda consigo extrair-lhe mais fichas, uma vez que na cabeça do meu adversário, o máximo que terei atingido é um valete e não um ás.

Se fazes call a raises com mãos fracas, ao menos opta por conectores do mesmo naipe, como 10- 9 ou 6- 5. Se falhares o flop foldarás de forma rápida, e se atingires o flop, atingiste-o em grande (Fazendo dois pares, Trios, ou um flush ou quase que um flush),e poderás aí sim ganhar um grande pote ao teu oponente, especialmente se ele tiver algo nas suas mãos( uma boa mão). Uma regra simples e dourada do poker, é que se estiveres pensando demasiado se deves ou não fazer call, não o faças. Folda as tuas cartas e espera por uma melhor mão, num melhor momento.

4. Lembra-te que não estás na televisão. Os programas de poker na televisão, transformaram-no num fenómeno mundial, e trouxeram milhões de novos jogadores para as salas de poker, tanto ao vivo com nas salas online, mas não te esqueças que é fácil ser seduzido por aquilo que vês.

Lembra-te que os eventos televisivos apenas mostram as grandes mãos, mas não aquela em que alguém faz raise e todos foldam, e também não mostram as que toda gente até às blinds foldou, em que vem o flop e um jogador faz raise e outro folda, estas mãos são mais chatas de ver, e não entram no conceito de entretenimento próprio da televisão.

Os programas focam-se muito em grandes jogadores a ganhar mãos marginais, a outros jogadores cujo o estilo de jogo eles conhecem muito bem. É por isso, que vês os grandes fazendo call a raises, tendo como mão um ás e uma carta baixa, e fazendo raises quando têm a terceira mão mais bem colocada a vencer o pote. Na televisão trata-se de acção, em cima de acção, enquanto que nas salas de poker anónimas online, para se fazer dinheiro é mais, fold, fold e fold. Isto frustra muitos jogadores, e eles começam a jogar de forma agressiva e solta, com mãos fracas e perdendo muitos potes. É nestes momentos que os bons jogadores se manifestam e aproveitam-se do momento pior do oponente. A qual dos grupos, queres pertencer?

5. Nunca mostres as tuas cartas. Se não tens de mostrar as tuas cartas, nunca as mostres. A não ser que estejas muito confiante, que a informação que vais dar ao oponente pode ser muito benéfica para ti, nunca reveles as tuas mãos. Muitos jogadores gostam de exibir os seus bluffs – o que normalmente é realmente estúpido. É verdade, que enerva o teu adversário, mas também é verdade que torna um bluff subsequente muito mais difícil. No poker, quanto menos os teus oponentes souberem acerca de ti melhor, e é esta a imagem que deves preservar sempre.

6. Sempre que fizeres raise, eles devem ser fortes e consistentes. Apesar, de nem sempre deveres seguir esta estratégia, a “Continuation Bet”( aposta continuada) deve ser a tua estratégia sempre que fizeres raise e receberes um call. Se o teu oponente não te fez re-raise, é improvável que possua uma super mão, então deves testar a sua verdadeira força. Por exemplo, fazes raise com Ás-Rei e recebes call dum oponente à tua esquerda. No flop vem: 10- 6- 3. Como regra geral, deves apostar. O tamanho duma “Continuation Bet” é usualmente de 50 ou 75 por cento do pote. A vantagem de se fazer esta aposta, é em primeiro lugar, a possibilidade forte de possuíres a melhor mão, em Segundo lugar pode levar um jogador com um par baixo como: 4-4 ou 5-5 a foldar, e em terceiro lugar porque é consistente com o teu raise inicial e dá a sensação que atingiste o flop. Se o teu oponente faz call, tu tens de decidir se “atacas” de novo no turn, ou se ele fizer re-raise, tu tens de decidir se ele está fazendo bluff, ou se possui uma mão com real força ou potencialidade.

Apesar, de ocasionalmente ires receber um call ou um re-raise, e isto poderá custar-te esta aposta, no decorrer do jogo constatarás que terás um grande número de folds, e que conquistarás muitas mãos de forma rápida e sem muito “stress”. Também, continuas a projectar uma determinada imagem, que apoias os teus raises de forma consistente, e que sempre que os fazes, será custoso para alguém ganhar o pote. You also continue to project a determined image that you are willing to back your raises up with further bets. Isto faz com que os raises que os teus oponentes paguem sejam muito limitados. Tendo esta imagem estabelecida, podes ser um pouco mais agressivo e “roubar” blinds, aos teus adversários, que estão agora intimidados.

7. Quando tiveres entre a opção de fazer call ou raise, deves fazer raise; entre a opção de fazer check ou de apostar, aposta. Para a maioria dos jogadores é importante manter o jogo o mais simples possível. Ao fazeres um raise ou um re-raise, e ao veres as cartasd que o teu adversário possuía constatas a força que ele dá às suas mãos. Usa as tuas apostas não apenas para ganhar mais dinheiro, mas também para descobrir informações acerca dos teus oponentes. Se jogares primeiro e sentires que pagarás qualquer aposta que o teu adversário faça, deves ser o primeiro a efectuar a aposta. Esta atitude traz várias vantagens, o teu oponente pode folder, ou pode efectuar call na tua pequena aposta ou pode até fazer-te um re-raise, ajudando-te a aferir a força da sua mão.

Quando tiveres uma mão com potencial, mas ainda não completa, deves apostar e não andar à “pesca” dos teus “outs” (cartas que completam uma mão muito forte, como seja, o caso dum flush).Uma vez mai, isto são regras gereis, deves sempre misturar o teu estilo de jogo, não o tornando previsível aos oponentes, escondendo sempre o significado das tuas acções. O poker é um jogo mental, e poucos o conseguem executar com brilhantismo. Nunca é demais salientar a importância da posição que ocupas na mesa, se o teu oponente da direita decide fazer um raise e tu decides efectuar um call com: 10 de espadas 10s-9 de espadas9se no flop vem: Rei de espadasks-7 de ouros7d-4 de espadas4s.O teu adversário ao ver o flop decide fazer uma “Continuation Bet” de 50 por cento do pote. O que deves fazer?

Muitos jogadores fracos, optariam por um call, na esperança que uma espada aparecesse no turn. Se a espada não aparecer, e o seu oponente apostasse de novo, eles fariam um outro call a 18 por cento de “chances” de atingir uma espada no river. Se espada aparecer no river, o oponente não contribuiria para este pote, com mais um cêntimo caso eles apostassem.

A melhor opção é fazer um raise já no flop. Ao fazê-lo, consegues muitos efeitos positivos :

  • O teu oponente pode ter falhado o flop e efectuar fold imediatamente.
  • O teu oponente pode ter um rei, mas sem um kicker alto, pode apenas fazer fold ou call. Contudo, quando o turn chega, el epode não apostar de novo,temendo que faças de novo um raise. Isto permite-te ver o river sem pôr mais um cêntimo no pote
  • Se completares o teu Flush, o teu oponente não tem a certeza que o completaste, e pode comprometer mais fichas neste pote que já ganhas te se conseguir um duplo par ou um trio.

    Isto não significa que devas sempre fazer raise quando tens mãos que necessitam de cartas para serem fortíssimas (caso do flush); os teus melhores adversários podem sempre fazer-te um re-raise e obrigar-te a gastar demasiadas fichas, numa mão que ainda não está completa. Além disso qualquer jogada que faças nesta situação é de fácil leitura por parte do oponente, e deves evitar isso. Mas tal como o conselho prévio, uma vez mais ficas com a imagem dum jogador agressivo, sólido e determinado. Como estes são os jogadores que deves mais temer, este é o jogador em que te deves tornar.

    9. Não faças tudo para defender as tuas blinds. É altamente frustrante ter o jogador do button” fazendo constantemente raise sempre que estás na big blind. A tentação é fazer-lhe um call ou um re-raise para lhe ensinar uma “lição” e abrandar o seu ímpeto. Se estás demasiado comprometido com esta mesa, eu recomendo fazer um re-raise, mas apenas quando necessitas muito de jogar nesta mesa out e é altamente benéfico. Apenas quando tens um jogador dois lugares antes de ti e por razões de força maior queres ficar “colado” nesta mesa. Senão deves sair e reentrar noutro lugar na mesa ou ir para outra mesa. Defender as bçlinds é sempre difícil, pois após o flop ficas numa posição de aposta inicial. A posição de small blind é a pior, deves foldar muitas mãos nela. A posição da big blind, parece ser um pouco melhor, mas acredita, os jogadores que fazem raise geralmente adoram ver o da big blind fazer call. Sê muito atento e conservador quando te encontrares nestas duas posições.

    10.Usa, mas não abuses do “slow-play”. Por exemplo, se jogas por um montante já considerável, não te recomendo a fazer “slow play” numa mão. Não deves providenciar com tanto dinheiro em jogo, tempo aos teus adversários para completarem uma mão. Se decidires fazer “slow play”, deves fazê-lo apenas, quando o flop não oferece grandes oportunidades de teres a mão vencedora.

    Podes sempre argumentar que fazer “slow play ” pode ser crucial para maximizar os teus ganhos quando tens uma boa mão, e tens razão. Mas nunca tês esqueças, que também pode maximizar as tuas perda se as cartas que saírem no turn e no river virarem o jogo a favor do oponente. Quando tens uma mão “monstra” e que é quase impossível de derrotar, poderá de facto ser benéfico fazer Slow Play. Pois ao possuíres Ás-Ás e fizeres raise no pré-flop todos poderão foldar, mas não te esqueças que ao fazeres call e check no flop, algum oponente poderá ter dois pares ou um trio ou até completar um flush com as cartas comunitárias. Portanto, deves sempre ter sempre cuidado e estar muito atento ao que se passa com o desenvolvimento da mão, para definires a melhor estratégia.

    Normalmente, fazer check-raise é considerada uma forma de fazer slow play, e este acto acarreta sempre riscos.

    Quando jogas poker online, o método da “Value Bet”(aposta para criar valor) é o melhor na maioria das vezes, quando pensas que tens a melhor mão, deves apostar e criar valor no pote.

    11. Não percas a oportunidade de fazer “Value Bets”. Uma das formas que um amador se define, é em falhar a oportunidade de fazer uma “Value Bet”. Esta aposta apenas tem razão de existir quando pensas que tens a melhor mão, e apostasy como forma de gerar valor no pote, induzindo o teu adversário a um call. Esta aposta, também inclui as situações em que queres apostar numa mão fazendo bluff para evitar uma derrota quase certa quando as cartas forem viradas para cima, após o river. Por exemplo:

    Fazes raise com Ás-Raínha as qd, e o teu oponente faz call. No flop vem: qh 7d 4hRaínha- 7- 4.

    Fazes uma “Continuation Bet” e o teu oponente call. No turn vem: 3 3h

    Apostas de novo, e o teu oponente faz call de novo. No river vem: 2 2c.

    Deves fazer check, ou deves apostar?

    A tentação é fazer um check. Estás preocupado que o teu opoente tenha um trio ou um flush, mas é melhor não estares. Em primeiro lugar se fizeres check, e o teu adversário aposta, tu vais fazer call de qualquer modo.- então como já dispôs acima é melhor apostar primeiro. Em segundo lugar, se ele fez um flush, é uma ocorrência rara, mas que não pode ser evitada. Se ele tivesse um trio, não teria feito um raise no flop ou no turn? O mais provável é que tenha algo como Rei-Raínha ou Raínha-Valete, se apostares agora poderás obter um call do teu oponente, e provavelmente o ganharás.

    Se ele faz-te re-raise, provavelmente é melhor fazer fold, e provavelmente será até melhor do que se fizesses check no river e o teu oponente fizesse uma aposta massiva e fizesses um call. A tua aposta funciona não apenas para criar valor se ganhares o pote, mas como uma aposta de bloqueio caso o percas (evita um call a uma aposta maior).

    As Value Bets podem ocorrer a qualquer momento da mão. Existem situações em que sentes que tens a melhor mão e deves fazer o teu adversário pagar, para permanecer na mão. Poker simples, jogado com sensatez, gerará lucro contra todos, excepto os melhores jogadores. Mas não os encontrarás em jogos de montante baixo ou médio, nas salas de poker online.

    12. Conhece as probabilidades básicas. Muitos jogadores ignoram, até as probabilidades mais básicas numa mesa de poker. Claro que o poker não é inteiramente um jogo de probabilidades: e é por isso que ele é tão popular. Contudo, deves conhecer as probabilidades mais básicas, e das mais simples de calcular é a ” Regra de 2 e de 4″.

    É assim que ela funciona: Estás pensando se deves fazer call a uma aposta feita por um adversário. Tens quatro cartas para completar um Flush: Quais são as probabilidades de o completares?

    Tens de calcular os teus “Outs” (cartas que estão no baralho que podem completar a tua mão), e se, ainda faltarem duas cartas comunitárias para serem distribuídas (o turn e o river), multiplicas os teus “outs” por quatro e tens uma probabilidade muito aproximada das hipóteses de veres a carta do naipe que tanto precisas, ou no turn ou no river.Se quiseres determinar a probabilidade apenas em relação ao turn, multiplicas o teu número de “outs” por dói, e uma vez mais obténs uma percentagem muito aproximada das tuas hipóteses de veres a carta que necessitas aparecer.

    Assim sendo, se tens 9 “Outs” para atingires o teu Flush, após o flop tens até ao river uma probabilidade de 36 por cento de o atingir. Pois, 9 x 4 = 36 por cento de completar o Flush (na realidade são cerca de 35 por cento); e se quiseres calcular apenas para o turn, é fazer a conta, 9 x 2 = 18 por cento de probabilidade de completares o teu Flush no turn. Após este cálculo, já tens uma maior noção matemática do que queres fazer, se quers fazer call, ou raise.

    Claro que nas tuas opções deves sempre ter a análise do teu oponente em conta, qual é a sua forma de jogar, e a forma de criares mais valor para o pote, ou se ele fará uma aposta demasiado forte com as cartas comunitárias já existentes que invalidem ou tornem demasiado “cara” a tentativa de atingires o teu flush, com as probabilidades que tens. Para calculares o custo, deves dominar o conceito e o cálculo das “implied odds”

    13. “Bad beats”.Guardei as “bad beats” para o fim, e ganharam apropriadamente, o número treze. Uma “bad beat” ocorre quando contra todas as probabilidades um oponente consegue uma carta miraculosa que lhe confere a vitória na mão e consequentemente no pote. Isto ocorre a todo o momento no Poker, hora após hora, dia após dia. Os teus adversários parecem estar protegidos pela sorte, e tu não.

    Às vezes podem ser terríveis, quando a carta e as probabilidades dela aparecer são realmente quase nulas, aparecendo no turn e pior ainda no river ou em ambos as cartas que te poderiam derrotar. Quanto menor a probabilidade ou a sua raridade, pior é o sentimento de frustração que te invade, essencialmente se sabes que és de facto um jogador muito superior, e vês alguém sem mérito levar uma boa “fatia” das tuas fichas. Contudo, se não souberes reagir a estas situações elas poderão custar-te mais do que a mão que acabaste de perder. Mantém-te calmo, tenta não partir nada, eu próprio já senti esta “dor”, bem como, todos os jogadores experientes de poker. Não penses que és o único azarado no mundo, não és. Acontece a todos, a uns mais vezes a outro menos, durante as suas carreiras no poker. Se continuares a ser calmo e disciplinado, pacientemente recuperarás todo o teu dinheiro perdido e “emergirás” como o vencedor. Não te esqueças, que querias que este jogador fizesse call à tua aposta, porque ele tinha uma diminuta hipótese de ganhar, e que quando isto voltar a suceder, uma outra vez e ainda um outra, tu ganharás dinheiro. Desta vez, ele apenas teve sorte, e jogou contra todas as probabilidades.

    Muitos jogadores ficam tão furiosos que começam a fazer muitos raises, calls a muitas aposta, pessoalizando a questão e tentando tirar o jogador em questão fora da mesa. Esquecem-se de todo o seu trabalho árduo e paciente, para terem chegado até aqui e simplesmente começam a jogar de forma irracional. O termo para este comportamento é entrar em”Tilt”, e é um dos emocionais estados mais ruinosos em que te poderás encontrar numa mesa de poker.Se te sentes completamente furioso com a sorte descomunal do teu oponente numa mão, deves clicar em;”Sit Out Next Hand”, sai da cadeira e do computador e bebe algo gelado, respira algum ar “fresco”, “esmurra” uma almofada e volta depois para a mesa com um plano paciente de jogo e compaciência espera pelo momento para “apanhar” o teu oponente. get out of your chair and have a cold drink, breathe in some fresh air, thump a pillow. Se perderes o teu controlo emocional, perdes dinheiro, é tão simples quanto isto. Se elas (bad beats) acontecerem com alguma repetição durante uma sessão, não deves duvidar da honestidade das salas de poker online, é apenas jogo e apesar de ser duma probabilidade diminuta, pode sempre que num dia ou noutro, possa-se suceder.

     

    Regista sempre: é tua intenção provocar maus calls do teu adversário, é assim que fazes dinheiro fácil. Contudo, apesar deste call ser mau, tens de estar preparado para que às vezes os seus “outs” milagrosos possam acontecer, a sorte do oponente não pode mudar a tua forma, paciente e disciplinada de jogar poker.

    Isto leva-me a outro ponto crucial: Não assumas que a tua superioridade a jogar poker, sobre os demais, resulte em lucros rápidos.

    Quando jogo “cash- games” (jogos a dinheiro) online, geralmente jogo em mesas de montante baixo-médio, porque eu sei que com o meu tipo de jogo, irei fazer lucro consistentemente. Jogo nestas mesas, porque prefiro um ambiente relaxado, do que uma batalha dura a cada mão jogada. Muitas vezes, e duma forma objectiva asseguro-me que sou o jogador mais forte, nestas mesas modestas. Mas isto não significa, que vou ganhar contra todos, as cartas podem-me chegar “frias”, posso ter azar em duas ou três grandes mãos, um oponente pode ser melhor do que eu pensava, ou uma mão muito boa que tenha pode receber muitos calls e perder a sua força, esta última ocorrência é frequente neste tipo de mesas.

    Por exemplo: Eu tenho Ás-Ás. Se eu receber apenas um call, possuo 82 por cento de probabilidades de ganhar esta mão. Mas, se eu receber três calls, mal tenho 50 por cento de hipóteses de vencer. Se receber quatro calls, a situação das minhas “pot odds”, apenas piora. Então, se te encontras numa mesa em que todos fazem call, as tuas grandes mãos são menos fortes do que o costume e precisas de adaptar o teu estilo de jogo, para vencer. Sê paciente: agressivo, passivo, os maus jogadores perderão o seu dinheiro eventualmente. Tenta assegurar-te que percam para ti. Deves permanecer paciente nos bons e maus momentos, o jogador mais paciente, sempre acaba por ser o que faz mais lucro.

Leave a Reply