Conselhos para Principiantes no Poker ao Vivo:

  • Deves sempre aparentar estar confiante. Os jogadores experientes, usualmente frequentadores do casino ou das salas de poker em questão, ficam muitas vezes à espera dos “turistas”, na esperança de colectar dinheiro fácil a jogadores que apenas buscam entreter-se um pouco, ou estão embriagados, ou que pensam que o poker é um jogo que se ganha rápido, e são demasiado agressivos.

     

    Os primeiros jogadores que eles pressionam, são os que lhes parecem inexperientes ou com falta de confiança. É por isso que é tão importante levar algum tempo a seleccionar o jogo que vais jogar e a mesa em que queres participar. Joga numa mesa em que o montante não te preocupe ou iniba, e projecta uma imagem sólida, de calma e paciência, de determinação focada. Se o conseguires, os melhores jogadores mostrarão respeito por ti.

     

  • Faz um Buy-in com o máximo possível de dinheiro. Se fizeres um buy-in, fá-lo no limite de montante permitido, isto demonstra uma grande confiança nas tuas capacidades, significa que vieste para ficar e que não estás apenas de passagem, e que não tens medo de apostar forte, quando sentes que o deves fazer.

     

    Se por outro lado, optares por fazer um buy-in com o montante mais baixo permitido, isto evita que faças raises assustadores aos teus adversários, força-te a jogar um poker de baixa stack, e projecta na mesa medo e desespero. É muito melhor investir o montante máximo, senão não passarás de um “pato bravo”, para os melhores, à espera de ser atingido.

     

  • Joga de forma conservadora nos primeiros minutos, sempre que te sentas numa mesa nova. Vieste para a mesa para jogar poker e os teus instintos dizem-te para jogares o máximo de mãos, mas a disciplina inicial, pode ser muito importante, não apenas, para a tua estadia nesta mesa, como para futuras visitas, pois este tipo de imagem espalha-se que nem um “incêndio” de grandes proporções entres os jogadores regulares do site.

     

    Seja qual for o teu estilo de jogo, disciplina-te e sê muito conservador durante o máximo de período de tempo no início. Assegura-te que só jogas mãos premiadas, super fortes, e evita todas as mãos marginais. Esta atitude cria uma imagem, de solidez e disciplina, que não arriscas à “toa”. Isto poderá ser-te muito benéfico mais tarde, quando começares a ser mais agressivo, expuIsando jogadores de potes com raises e re-raises, baseados em semi-bluffs, e verás que a tua postura no início ganhará estes potes.

     

    Joga sempre com cuidado e seleccionando as situações em que apostas, pois para perderes esta imagem, bastam três ou quarto mãos mal jogadas.

  • Jogadores que queres evitar: jogadores muito focados, que claramente não vieram para a mesa apenas para passar um bom bocado. Deves aperceber-te sempre dos que estão bêbados e dos que provocam nos chats e que são demasiado agressivos no jogo, para não caíres em más leituras de jogo, e das suas apostas. Selecciona sempre bem as tuas mãos.

     

  • Jogadores que queres na tua mesa: Jogadores barulhentos, felizes, que beberam os “seus copos”, mas que não estão completamente bêbados, estes jogadores estão na mesa para se divertirem, vão com certeza jogar muitas mãos e fazer bluff mais vezes do que é sensato. Jogadores que priviligiam a diversão, que mostram as suas cartas após as mãos, essencialmente quando não há necessidade disto, que jogam numa atmosfera amistosa. Jogadores que aparentam estar nervosos, e que entrem com stakes pequenas a nível de montante, são geralmente principiantes, que cometem imensos erros.

 

  • Escolhe o lugar em que te sentas na mesa. Se tens lido o que te tenho disposto e fizeres alguma pesquisa em relação à mesa, e juntas-te a uma mesa em que o jogo vai começar, podes ter a hipótese de seleccionar o teu lugar. Se puderes escolher, deves sentar-te à esquerda dos jogadores mais agressivos, de forma, a que jogues após eles agirem, e à direita dos jogadores tendencialmente mais passivos, que muito pouco provavelmente não te irão fazer re-raises, forçando-te a sair do pote.

     

  • Está, sempre atento às condições do jogo. Deves estar sempre alerta em relação a todas as condições do jogo, se a mesa está perfeita, se os jogadores estão sentados nas posições correctas, se a tua imagem está firmemente estabelecida nas suas mentes, e o montante que apostas e o tamanho do pote está no teu controlo. Contudo, se um jogador fraco sair da mesa e é substituído por um jogador mais experiente e sólido, toda a dinâmica do jogo se altera.

     

    À medida que, o número de jogadores na tua mesa baixa, o valor das mãos aumenta e jogadores experientes saberão deste facto e mudar o seu estilo de jogo de imediato. Prepara-te para sair da mesa, se sentires que já não estás cómodo e que os teus oponentes estão lendo-te demasiado facilmente. Existem muitas mais mesas onde podes jogar, ou podes sempre voltar a esta mesa, depois duma boa refeição e de teres esticado um pouco o corpo.

Os jogadores principiantes costumam ser particularmente óbvios na exteriorização das suas emoções, às vezes encolhem os ombros ou recostam-se nas cadeiras, suspiram, quando não atingem o flop. Quando têm uma mão muito boa, ficam muito focados, muito sérios.

Não penses que estou a ser exagerado, porque eu próprio me espanto com a frequência com que vejo sinais destes, o poker é um jogo com uma natureza deveras emocional e não é fácil manter o auto domínio .

Pistas chave num jogo ao vivo. Existem milhares de comportamentos que um oponente pode ter que te indicam a força da sua mão, num jogo em que o possas ver fisicamente. Existem muitos livros sobre este assunto, normalmente a experiência é a melhor conselheira e o conhecimento de jogadores, com quem já jogaste previamente.

Um factor essencial: estará o jogador que te providencia os sinais que lês a fazê-lo deliberadamente, montando-te uma armadilha? Se ele o faz, tem muito cuidado, sempre que te encontras disputando uma mão com ele. Joga como se não o visses, aferindo a força da tua mão, como ele apostou, o que ele costuma fazer e lendo as cartas comunitárias.

Os sinais emitidos por um jogador que não se controla, são muito mais confiáveis, pois sempre consegues notar quando alguém faz algo deliberadamente ou sem intenção de o fazer. Tens sempre de ter algum cuidado com estes “actores”, deves perceber se as acções de um jogador são deliberadas ou se o faz sem consciência.

Ser fraco é ser forte; ter uma postura forte, é ter uma mão fraca. Para a maioria dos jogadores (excepto os profissionais e os maiores jogadores de poker do mundo) o sinal mais evidente que emitem é quando estão com uma mão fraca, terem uma atitude desafiante e quando estão com uma forte simularem que não têm nada facialmente ou através de gestos e olhares.

Por incrível que pareça e apesar de quase toda a comunidade de jogadores de poker conhecerem este tipo de atitude, este é o sinal mais confiável que um oponente te pode dar. E isto funciona contra a maioria dos jogadores, incluindo jogadores muito bons.

Quando alguém demora mais um pouquinho a olhar par ao flop do que devia. Este é um sinal de que o jogador falhou o flop, se o tivesse atingido, evitaria chamar a atenção para si próprio. Contudo, o facto de se demorar um pouco mais a olhar, pode sugerir que ainda pode conseguir completar uma mão forte, mas que ainda não a possui.

Evita fazer demasiados calls, um raise é sempre a melhor protecção em relação a jogadores que tenham mãos promissoras. Se apenas fazes call deixas que os oponentes, facilmente, e sem pagar muito possam completar uma mão forte, que te ganhará o pote.

Tocando constantemente nas fichas ou olhando-as. Um jogador que começa a tocar nas suas fichas, ou a brincar com elas, ou a olhá-las, ou ainda a contá-las, ainda antes de jogares antes dele, quase de certeza, que não quer continuar a jogar esta mão. Normalmente, um jogador que se comporta desta forma, tem esperança que faças um check.

Quando um jogador olha-te de forma fixa. O olhar focado no oponente tem geralmente a intenção de intimidar, mas se um jogador tivesse uma mão “monstra” porque quereria ele fazer isto? Tentaria passar despercebido com a intenção de não assustar ninguém do pote. Geralmente esta atitude, consubstancia uma acção de semi-bluff ou bluff por parte do jogador adversário.

Nunca te esqueças que estes conselhos são regras gerais, que abrangem essencialmente os “peixinhos” e nunca os “tubarões”. Com estes, não existem regras gerais existe simplesmente poker, onde o valor das mãos é “soberano”, nas tuas tomadas de decisões.

Comments are closed.